domingo, 21 de dezembro de 2008

Archagathus / Sakatat - Split ep

ARCHAGATHUS - Mince core / Canadá - SAKATAT - Grindcore / Turquia

Muito bom split que mostra duas revelações do bom grindcore. Do Canadá vem o ARCHAGATHUS com o seu famigerado mincecore no melhor estilo AG. de ser. Do outro lado do biscoito vem o muito bom e menos conhecido SAKATAT despejando o seu grindcore made in Istanbul. Portanto, se você tá fugindo daquelas bandas que são formadas por metaleiros falidos que montam bandas de grindcore só pra se drogarem, taí uma boa pedida...

DOWNLOAD

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

AGATHOCLES - Grind is protest

Alinhar ao centro
Venho com muita alegria postar o mais novo trampo do AGATHOCLES intitulado
"GRIND IS PROTEST". Nada mais que 40 punhetas mal batidas em formato de grindcore. A propósito, não é atoa o titulo do disco. Trata-se de uma aula de grindcore de como a vovó pogava, dentro daquela velha formula herdada do FEAR OF GOD. Fazia 1 mês que eu estava esperando esse disco, fiquei muito feliz quando disponibizilaram ele na net e agora estou feliz em compartilhar aqui no meu blog.

DOWNLOAD


domingo, 14 de dezembro de 2008

Antonin Artaud


Antoine Marie Joseph Artaud, conhecido como Antonin Artaud (Marselha, 4 de setembro de 1896 — Ivry-sur-Seine, Paris em 4 de março de 1948) foi um poeta, ator, escritor, dramaturgo, roteirista e diretor de teatro francês de aspirações anarquistas. Ligado fortemente ao surrealismo, foi expulso do movimento por ser contrário a filiação ao partido comunista. Sua obra O Teatro e seu Duplo é um dos principais escritos sobre a arte do teatro no século XX, referência de grandes diretores como Peter Brook, Jerzy Grotowsky e Eugenio Barba. Seus restos mortais se encontram no Cimetiere de Marseille, França.
VIDA
Em 1937, Antonin Artaud, devido a um incidente, é tido como louco. Internado em vários manicômios franceses, cujos tratamentos são hoje duvidosos, ele é transferido após seis anos para o hospital psiquiátrico de Rodez, onde permanece ainda três anos.
Em Rodez, Artaud estabelece com o Dr. Ferdière, médico-responsável do manicômio, uma intensa correspondência. Uma relação ambígua se estabelece entre os dois: o médico reconhece o valor do poeta e o incentiva a retomar a atividade literária mas, julgando a poesia e o comportamento de seu paciente muito delirante, ele o submete a tratamentos de eletrochoque que prejudicam sua memória, seu corpo e seu pensamento.
Existe aqui um afrontamento entre dois mundos, o da medicina e razão social e o do poeta cuja razão ultrapassa a lógica normal do “homem saudável”.
As cartas escritas de Rodez são para Artaud um recurso para não perder sua lucidez. Elas revelam um homem em terrível estado de sofrimento, nos falando de sua dor através de uma escritura mais íntima e mais espontânea. São os diálogos de um desesperado com seu médico e através dele com toda a sociedade.
“Não quero que ninguém ignore meus gritos de dor e quero que eles sejam ouvidos”.
OBRAS
Para Artaud, o teatro é o lugar privilegiado de uma germinação de formas que refazem o ato criador, formas capazes de dirigir ou derivar forças.
Em 1935 Artaud conclui o "Teatro e seu Duplo" (Le Théâtre et son Double), um dos livros mais influentes do teatro deste século. Na sua obra ele expõe o grito, a respiração e o corpo do homem como lugar primordial do ato teatral, denuncia o teatro digestivo e rejeita a supremacia da palavra. Esse era o Teatro da Crueldade de Artaud, onde não haveria nenhuma distância entre ator e platéia, todos seriam atores e todos fariam parte do processo, ao mesmo tempo.
Em Rodez, além de suas cartas (lettres au docteur Ferdière) ele elabora uma prática vocal, apurada dia a dia, associada à manifestações mágicas. A voz bate, cava, espeta, treme, a palavra toma uma dimensão material, ela é gesto e ato.
Artaud volta a Paris em 1946, onde dois anos depois é encontrado morto em seu quarto no hospício do bairro de Ivry-sur-Seine. Neste período, além de uma importante produção literária ele desenha, prepara conferências e realiza a emissão radiofônica "Para acabar com o juízo de Deus" (Pour en finir avec le jugement de dieu), onde sua vontade expressiva se alia a um formalismo cuidadoso.
Se nos anos 30 o teatro para Artaud é “o lugar onde se refaz a vida”, depois de Rodez ele é essencialmente o lugar onde se refaz o corpo. O “corpo sem órgãos” é o nome deste corpo refeito e reorganizado que uma vez libertado de seus automatismos se abre para “dançar ao inverso”.
“A questão que se coloca é de permitir que o teatro reencontre sua verdadeira linguagem, linguagem espacial, linguagem de gestos, de atitudes, de expressões e de mímica, linguagem de gritos e onomatopéias, linguagem sonora, onde todos os elementos objetivos se transformam em sinais, sejam visuais, sejam sonoros, mas que terão tanta importância intelectual e de significados sensíveis quanto a linguagem de palavras.”
O seu trabalho ainda inclui, ensaios e roteiros de cinema, pintura e literatura, diversas peças de teatro, inclusive uma ópera, notas e manifestos polêmicos sobre teatro, ensaios sobre o ritual do cacto mexicano peyote entre os índios Tarahumara (Les Tarahumaras), aparições como ator em dois grandes filmes e outros menores. Artaud escreveu: "Não se trata de assassinar o público com preocupações cósmicas transcendentes. O fato de existirem chaves profundas do pensamento e da ação segundo as quais todo espetáculo é lido é coisa que não diz respeito ao espectador em geral, que não se interessa por isso. Mas de todo o modo é preciso que essas chaves estejam aí, e isso nos diz respeito" - em Teatro e seu duplo.
PUBLICAÇÕES
« Tric Trac du Ciel », Paris, Simon, s.d., 1923
« L'Ombilic des limbes », Gallimard, NRF, Paris, 1925
« Le Pèse-nerfs », Leibovitz, Paris, 1925
« L'Art et la mort », Denoël, Paris, 1929
« Le Moine, de Lewis », Paris, 1931
« Héliogabale ou l'anarchiste couronné », Denoël & Steele, Paris, 1934
« Les Nouvelles révélations de l'être », Denoël, Paris, 1937
« Le Théâtre et son double », Gallimard, Paris, 1938
« D'un voyage au pays des Tarahumaras », Édiçaõ da revista Fontaine, Paris, 1945
« Van Gogh le suicidé de la société », K , Paris, 1947
« Artaud le Mômo », Bordas, Paris, 1947
« Ci-Gît précédé de La culture indienne », K , Paris, 1947
« Pour en finir avec le jugement de Dieu », K , Paris, 1948
« Les Cenci », in « Œuvres complètes », Gallimard, La Pléiade, 1964
Van Gogh, le suicidé de la société, programa de rádio, INA, André Dimanche Editeur, 1995.
« 50 dessins pour assassiner la magie », Gallimard, Paris, 2004
« Artaud Œuvres », coleção "Quarto", Gallimard, Paris, 2004
« Cahier d'Ivry, janeiro 1948 », fac-simile, Gallimard, Paris, 2006

As obras completas de Artaud, em francês, tem 28 tomos, editados pela Gallimard.
DOCUMENTOS SONOROS
veja O Rito do Peyot nos Tarahumaras no youtube em Le rite du Peyot chez les Tarahumaras, em francês
« Pour en finir avec le jugement de dieu », INA et André Dimanche Éditeur, 1995
Un extrait de « Pour en finir avec le jugement de dieu »
« Pour en finir avec le jugement de dieu » au complet en 10 parties
Livre audio (lecture mp3) du début et d'un extrait de « Van Gogh, le suicidé de la société »
DOCUMENTOS AUDIOVISUAIS
« La Coquille et le Clergyman »
« Un siècle d'écrivains » (Francês 2000)
BIOGRAFIA EM FRANCES
- André Bonneton, Le naufrage prophétique d'Antonin Artaud, Lefebvre Editeur, Paris 1961.
- Jean-Philippe Cazier, "Antonin Artaud" in Aux sources de la pensée de Gilles Deleuze, Editions Sils Maria/Vrin, 2005.
- Raphaël Denys, Le testament d'Artaud, Gallimard, 2005.
- Evelyne Grossman, Artaud, l’aliéné authentique, Farrago / Léo Scheer, Tours, 2003.
- Christian Nicaise, Antonin Artaud : Les Livres, L'Instant perpétuel, Rouen, 2003.
- Anaïs Nin, « "Je suis le plus malade des surréalistes" - Nouvelle où Antonin Artaud apparaît sous les traits du personnage Pierre », dans La Cloche de verre.
- Jacques Prevel, En compagnie d'Antonin Artaud, suivi de Poèmes. Flammarion, 1994.
- Florence de Mèredieu, "C'était Antonin Artaud", Biographie. Fayard, 2006.
FILMOGRAFIA
« Fait divers », Claude Autant-Lara, 1924
« Surcouf, le roi des corsaire » de Luitz-Morat, 1925
« Graziella », Marcel Vandal, 1926.
« Le Juif errant, Luitz-Morat, 1926, personagem Gringalet
« Napoléon », Abel Gance, 1927, personagem Marat
« La Passion de Jeanne d'Arc », Carl Theodor Dreyer, 1927, personagem Massieu
« Verdun, visions d'histoire », Léon Poirier, 1927
« La Coquille et le clergyman », Germaine Dulac, 1928, com Génica Athanasiou
« L'Argent », Marcel L'Herbier, 1928, personagem Mazaud
« Tarakanova », Raymond Bernard, 1929, personagem um jovem boêmio
« La Femme d'une nuit », Marcel L'Herbier, 1930,personagem Jaroslav .
« L'Opéra de quat'sous », Georg Wilhelm Pabst, 1930, versão francesa, personagem um mendigo aprendiz
« Faubourg Montmartre », Raymond Bernard, 1931, personagem Follestat
« Les Croix de bois », Raymond Bernard, 1931, personagem Vieublé
« Coup de feu à l'aube », Serge de Poligny, 1932, personagem um chefe de bandidos
« Mater dolorosa », Abel Gance, versão falada, 1932
« Liliom », Fritz Lang, 1933.
« Lucrèce Borgia », Abel Gance, 1935, personagem Savonarole
« Koenigsmark », Maurice Tourneur, 1935.
FILMOGRAFIA SOBRE ARTAUD
- Antonin Artaud - Réalisateur : Labarthe André S. - Prod. : A.M.I.P. / France 3 - Marque : DOC & Co. (disponible en médiathèque. Documentaire qui présente le « théâtre cruel de la vie d'Antonin et célèbre le poète, révolutionnaire de l'art et de la vie. »)
- En compagnie d'Antonin Artaud (1993) - Réalisateur : Gérard Mordillat.
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

sábado, 13 de dezembro de 2008

EXTREME NOISE TERROR - Law of retaliation

EXTREME NOISE TERROR
(INGLATERRA - HARDCORE/CRUSTCORE/GRINDCORE)

Ai está o tão esperado "LAW OF RETALIATION", a nova cria do EXTREME NOISE TERROR. Pra alegria do Matagato e dos amantes do barulho bem feito. O disco é uma volta de vez ao crust como previa o split com o DRILLER KILLER e conta com 19 chibatadas. Portanto não faça parte da corja e baixe essa gostosura.

DOWNLOAD

a palavra é "CORJA"

de acordo com o Cipro Neto, CORJA é:

Classificação morfossintática:
substantivo feminino singular.

Sinônimos:
súcia, malta.

Significado:
Bando de gente desprezível; canalhas.

Aplicação:
Aquele grupo não é de fiar, trata-se de uma corja.


segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

AGATHOCLES - Belgiums little cesspool & MALIGNANT TUMOUR - ...and man made the end - Split ep


AGATHOCLES (BÉLGICA/MINCECORE) - MALIGNANT TUMOUR (REP. TCHECA/GRINDCORE)

Mais um que eu não encontrei na net e que tinha nos meus arquivos...


DOWNLOAD


terça-feira, 2 de dezembro de 2008

sábado, 29 de novembro de 2008

HARD TO BE A GIRL


Hard to be a girl.
So nice to be a boy. In my room at night.
Not a pretty site.
Here's an empty kiss marching to the rhythm of the pay roll.
I can be a good boy too, just let me out of the stable.
Sausages and eggs, and hot and sour soup.
Thank me for your time, cause i can be as bad as you.
Hard to be a girl.
Thats what the oracle told me, i dont care what she says, i assume its best to be lonely.


terça-feira, 25 de novembro de 2008

AGATHOCLES & ARMATURA - Split


AGATHOCLES (BELGICA - MINCE CORE) & ARMATURA (RÚSSIA - CRUST/GRINDCORE)

Split muuuito bom onde o AGATHOCLES manda 15 lapadas gravadas sendo um cover do emblemático LÄRM. Sons estes gravados em Lima, no Peru, durante a tour sulamericana em 2007.

Já os russos do ARMATURA me pegaram de calças na mão, puta que pariu, que som gostoso de se ouvir e que falta fazem bandas desse nipe. São apenas 8 sons com direito a um cover do AGATHOCLES. Gostei muito mesmo deles.

Enquanto não aparece o GRIND IS PROTEST, baixem isso e corram pro abraço...

DOWNLOAD


Quem viver verá... GUIDABLE - A verdadeira história do RATOS DE PORÃO

Alinhar ao centro

domingo, 23 de novembro de 2008

FAIXA DE GAZA - Demo








Taí a nossa 1° Demo terminadinha para quem quiser baixar. Queria agradescer o Jorge por ser o melhor baterista novato de todos, o Elton por sua criatividade e ousadia, o Jefter pela força durante seu tempo de banda e pela arte e pra todos que de alguma forma gosta ou respeita a nossa forma de encarar não só o hardcore mas como o underground, até por que a banda meio que passa muito o espírito do faça você mesmo, vocês vejam o Jorge, que gravou as baterias com quase 6 meses de bateria e o Elton que com todas as dificuldades ainda tem tempo pra ser o "GUITARRISTA"... COMO É BOM TOCAR AMIGOS... Só vocês fazem a diferença mesmo!!!



Sobre a demo, não há muito a falar. Se trata de um hardcore bem simples e rápido, com guitarras bem primitivas e talves o modo que o Mata-gato toque bateria seja o algo de diferente, o que lembra bastante as bandas suecas dos anos 80 como o clássico MOB-47. Se você gosta de coisas como SKITSYSTEM, DISKONTO e principalmente de DROPDEAD vai gostar da sonoridade.


Portanto, quem não poder pegar a demo das nossas mãos por estar
longe ou por outro motivo qualquer e que goste de tosqueira
(apesar da ótima gravação, modéstia à parte) e de rock rápido baixe a demo e passe pra galera, se você não gostar jogue delete e
vá ouvir Xuxa e os baixinhos 8...




BABY'S IN BLACK

sábado, 22 de novembro de 2008

INFEST - No man's slave

INFEST
(HARDCORE/THRASH - EUA)

Aí está o maravilhoso disco INFEST, NO MAN'S SLAVE. Atendendo o pedido do amigo Chico... espero que você goste dessa surra sonora que você vai levar ao ouvir esse disco!!!!

DOWNLOAD



sexta-feira, 21 de novembro de 2008

FAIXA DE GAZA - 15/11/2008


pois é , ia esquecendo de falar do ultimo evento do dia 15. Bem, eu não vou fazer a cobertura por que eu não prestei muito atenção nas bandas. Só vou agradecer o Rodrigo e o Jefter mais uma vez pelo evento fudido. Enquanto ao show do FAIXA DE GAZA, como sempre, ensaio aberto pra para as pessoas verem e falarem mal depois, cheio de pessoas falsas... Enquanto nós, 20 cinturãozadas com direito à um cover do DROPDEAD. Só lembrando que já estamos com a demo em mãos, portanto filho da puta, se quiserem uma fale comigo ao vivo ou pela net e isso não se resume só a querer pegar a demo. Quer falar fala na cara e ouça na cara também!!!


Plastiscines - Loser




é engraçado como só o fato delas serem francesas já dá uma certa elegância e beleza...

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

DIAGNOSE - Promo do CD Colapso Vermelho

(HARDCORE/CRUST - BRASIL)

Ao mostrar alguns dos sons que estão nessa promo pro meu amigo Alexandre e ele me dizer que não conhecia, eu me perguntei "por que não por no blog". Essa promo tem sua importância dentro do hardcore nordestino, comparado a muita coisa que ta ai.

O CD mostra um DIAGNOSE, mais maduro que na demo "ORGANICAMENTE". Eu diria , com mais personalidade. Os riffs raivosos do Ari somado as letras metafóricas do Eduardo brutalmente cantadas pelo cheio de raiva Jorge "MATA-GATO" dão aquele clima de que você tem que odiar quem te oprime.

Destaque entre os ótimos 8 sons vão "MONÓLOGO" e "TRINCHEIRAS URBANAS". Portanto se você não tem essa maravilha, trate de baixar...




DOWNLOAD



sábado, 15 de novembro de 2008

CÜ SUJO & AGATHOCLES - Split CD


CÜ SUJO (HARDCORE - BRASIL) E AGATHOCLES (MINCECORE - BELGICA)

Eu esperava que esse split me serviria como consolo para a espera do disco novo do AGATHOCLES que ficou de sair dia 14/11 e até agora nada. Mas o CÜ SUJO me agradou muito e me fez ver que não se deve jugar a banda pelo nome. Eles mandam um hardcore rapidasso que me lembrou muito bandas como o HELLNATION e afins, boa pedida viu galera. O AGATHOCLES vem com aquelas gravações já conhecidas na maioria dos splits, 2 dos 5 sons do AGATHOCLES no split estaram no full que eu estou aguardando GRIND IS PROTEST. Pois Alinhar ao centrobem, baixem e vão tudo tomar no cu depois... e fiquem com o cu sujo de esperma!!!


DOWNLOAD



sábado, 8 de novembro de 2008

Abuso Sonoro e No Violence - Split ep


ABUSO SONORO
(HARDCORE - BRASIL)


NO VIOLENCE
(HARDCORE - BRASIL)

Eu tava passando esse split pra mp3 pra por no blog, por que teve um cara que se trancou com o mesmo material, então tá ai... underground não tem isso não. Abaixo os valores idiotas desse tipo dentro do underground!!!


DOWNLOAD




segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Na terra de João Cabral, pega aqui no meu ... CAOS

...conforme o combinado, vou postar sobre a minha viagem, sobre minhas ferias em Recife (e um final de semana sem João Pessoa eletrizante)

Pois bem, eu estava com muita vontade de ir buscar a mamãe em Recife, não aguentava mais a saudade e a má alimentação. Já tinha até conseguido os dias de ferias com o patrão, mas ainda estava meio desacreditado. Acho que era o conglomerado de contas que eu tinha que pagar e a falta de grana que estava me assolando. Foi quando eu lembrei que estava na época de receber o famoso abono salarial PIS, mas mesmo assim ainda estava desacreditado em relação a viagem mais por falta de grana mesmo. Não relutei e fui até a casa lotérica pra ver se tinha algum tostão do PIS. Pra minha grata surpresa, estava lá, R$415,00, não contei pipoca e fui pra rodoviária com o Marquinhos comprar a passagem.

Já no sábado, estava rolado aquele climinha triste de despedida mais por parte da Isabelle. Realmente ela estava tristinha... Mas ela é tão fodastica que foi me deixar na rodoviária. O cambão saíra as 20:00 do dia 18/11 e eu teria que enfrentar 12 horas (fora as paradas) de ar condicionado brutal, uma crente do meu lado tentando me converter e um bêbado atraz me enchendo e que em Fortaleza fez uma brincadeira com a Isabelle. Após passar pro 3 estados a manhã pernambucana estava me reservando uma sensação familiar. A primeira providencia foi buscar uma informação de como chegar em BOA VIAGEM (nome bastante sugestivo), sorte que a mãe de um brother meu estava no cambão e me deu umas coordenadas junto com o seu outro filho.

Eram por volta de umas 11:00 quando eu adentrei no prédio onde a Sílvia e a mamãe estavam. Como eu fiz questão de ir sem avisar, cheguei chegando dando um grito daqueles. Quase fui confundido com um ladrão. Por sorte fui reconhecido pela Sílvia e pela mamãe e tive a receptividade de um rei.


Na terça feira fui ao encontro do grande "Xulinho". Figura ilustre do underground pernambucano. Ele me levou num restaurante hare krishna onde eu comi o maior hamburguer vegetariano da minha vida, depois fomos pra terça negra, que não tava muuuuito bacana. Então ele me levou pra conhecer o recife antigo


Fiquei em Recife dando rolé com Mery e com Ivonete junto com mamãe, conhecendo a cidade e coisas do tipo. Entrei em contato com algumas pessoas de João Pessoa. Estava meio chato em Recife e eu ja tava meio que ficando chateado, falei com Lorena e ela não podia me receber, falei com Lívia eela não pode me receber também, lembrei da Camilla e ela , ao contrario das outras foi foda e disse que iria me buscar na rodoviária.

Cheguei em João Pessoa sexta-feira lá prás 22:00 e fiquei esperando a Camilla com o Ícaro na integração. De lá fomos dar uma volta no que eles chamam de feirinha pra pegar a chave da casa na qual eu iria me abrigar, com Onara, uma figura foda que gentilmente cedeu o quarto pra eu descansar.


É engraçado, fui pra João Pessoa e não imaginaria que iria conhecer pessoas fodas que nem esses da foto e Onara. Pago pau mesmo pra eles, a verdadeira resistência é a que eles me mostraram durante minha estadia lá e sabe , tudo seria mais chato se não fosse por eles. Porra, eu não paguei uma passagem de cambão, comi muito bem e eles me levaram em festas (festinhas académicas) que eles não queriam ir (foram também pela falta de opção), só tenho a pagar pau mesmo pra eles. No sábado eles me levaram na loja de discos do Oliver onde eu lavei a burra (pra deixar ela bem cheirosa, Camilla?) comprei materiais que jamais iria encontrar em Fortaleza.


No domingo fomos pra praia, eu comi amendoim cozido e quase eu vomito (eca, coisa ruim do caralho). Fomos pra casa da Onara e de lá fomos pra UFPB mais uma vez. Na volta ouvimos uns miados de um gatinho que não conseguia descer de uma árvore cheia de galhos secos. Porra , foi foda, tentamos ajudar o felininho e nada dele querer descer, até que eu e o pessoal demos uma facilitada na vida dele e colocamos um tronco que lhe serviria para descer. Ai foi só puxar um ronco (literalmente) novamente na casa da Onara.

Acordei meio que já na hora do rango, foi só o tempo de ir na casa da Camilla pegar umas coisas, comer algo e ir pra rodoviária. Quando chegamos na rodóviaria , Lorena já estava aguardando agente, comprei a passagem, imaginem só, poltrona 13, pra alegria da Camilla. Pra tristeza dela eu cheguem bem em Recife.

De volta a terra do frevo, foi aquela morgação até quarta a noite, quando fomos pro TIP com Sílvia, Mery e Ivonete pegar o combão de volta pra Fortaleza...

Só me resta agradecer principalmente Ivonete e Mery pela receptividade e tratamento comigo,Xulinho pela paciência e pelo rolé, Ícaro e Camilla por me aguentar (muito foda vocês dois), Onara por ter me dado um teto em João Pessoa (desculpe os roncos), muito obrigado mesmo, vocês fizeram a diferença...

domingo, 2 de novembro de 2008

BREVIÁRIO DE DECOMPOSIÇÃO




A Pulpite da Lucidez. O pior de toda lucidez é o inevitável desembocar no antro da amargura. É a paga a quem recusa o engodo, o teatrinho das conveniências diárias, a quem se recusa ser denominado profeta e alimentar um rebanho obediente e seguidor. Cioran é o intelectual que torcemos para estar errado, pois sua amargura é magistralmente bem fundamentada. A este propósito invoco uma espécie de dicionário a partir da obra destacada:


A) fiel, espécie de criminoso pronto para abater quem não aceita suas crenças. _Sua capacidade de adorar é responsável por todos os seus crimes: o que ama indevidamente um deus obriga os outros a amá-lo, na espera de exterminá-los se se recusam. Não há intolerância, intransigência ideológica ou proselitismo que não revelem o fundo bestial do entusiasmo_p.11;


B) amor, _encontro de duas salivas_ p.15.


C) convívio, decadência p.24,


D) homem, o único ser na escala das criaturas_que pode inspirar um nojo constante_p.25;


E) vida, período de decomposição, de apodrecimento do corpo, nascer é começar a apodrecer

...e por aí vai.


Na minha avaliação, recomendável apenas aos espíritos preparados.




Vocês podem notar que a capa da obra do Cioran exibe a mesma gravura da capa do disco do AGATHOCLES. Então vou postar o disco também pros céticos ouvirem um bom barulho...

DOWNLOAD

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

"O único e sua propriedade"



Sinopse


Publicado pela primeira vez em 1844, O Único e a sua Propriedade vê finalmente a luz do dia em Portugal, numa edição que assinala os 25 anos da Antígona.
Depois d’ O Capital de Karl Marx, talvez nenhum outro livro tenha sido tão polémico, alicerçando grande parte da produção teórica, ao nível das ideias filosóficas e revolucionárias, dos últimos 150 anos.
Neste tempo de causas dúbias e obscuras, Stirner emerge do ruído de fundo da História, onde se misturam todas as vozes e vidas, sendo que a vida tem prioridade absoluta e está para além de todas as fórmulas ou instituições enquanto linha divisória que se procura ultrapassar e demolir.
A causa de Stirner funda-se em nada, e este é o repto dirigido a todos os missionários de causas falhadas e tantas vezes sangrentas.

Críticas de imprensa

"Max Stirner, pseudónimo do filósofo alemão Johann Kaspar Schmidt, foi interpretado com um grande teórico do anarquismo individualista, de pendor libertário, no século XIX, sobretudo graças à sua polémica obra O Único e a Sua Propriedade (...) publicada em 1844, que lhe valeria a celebridade e o anátema (...) O livro funcionou como uma poderosa bomba que abalou desde então os alicerces de matrizes tidas por sacrossantas, tais como valores morais, doutrinas sociais, práticas políticas e princípios filosóficos (...) Embora tenha sido um dos pensadores mais originais do seu tempo, cujo sentido crítico foi e é demolidor para com as instituições, Stirner morreu esquecido e na miséria. Actualmente, a sua obra começa, dada a sua perenidade, a ser revisitada."


Vítor Quelhas, In Expresso, 04 de Setembro de 2004


DOWNLOAD

terça-feira, 28 de outubro de 2008

NO VIOLENCE - Consensus


NO VIOLENCE
HARDCORE / PUNK - BRASIL

Sem sombra de duvidas, o NO VIOLENCE foi uma das bandas mais importantes do hardcore paulista e por que não dizer mundial... Na minha andança por João Pessoa, encontrei o raríssimo "Consensus" e não poderia deixar de compartilhar com vocês aqui no blog...


DOWNLOAD






quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Maracaú Rock Fest II


Mais uma empreitada undergroundeira do Jefter, resta ensaiar pra ficar tudo bonitinho ou feinho...

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

SAUDADES DA MINHA CABRITINHA ...


...pois é galera, to aqui na terra de João Cabral. A viagem foi mamaderuda, depois faço um post com o diario de bordo. Tô agora numa lan house aqui em Boa Viagem, atras de algum conhecido pra dar uns roles mas nada... O que salvou a patria que ela tava aqui, ela, sempre ela, meu porto seguro, quando ta tudo ruim ema sempre me da um beijo e tudo melhora, minha amiga, minha amante, minha namoradinha gostoxinha, meu nenem que eu to morrento de saudade , que era pra ta aqui comigo tocando o puteiro.....

puta que pariu como você faz falta cabrita... ai ai

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

COFFEE GRINDERS - The grindcore brothers


(GRINDCORE - POLONIA)


O COFFEEE GRINDERS pra quem não saca muito é a banda dos ex integrantes do maravilhoso DEAD INFECTION. Nada mais que o Tocha (baixo, guitarra e programações) e o Jaro (vocais). Esses dois caras fizeram parte da melhor fase do DEAD INFECTION na minha opinião. Nessa demo de 2000 você vai encontrar algo muito similar ao DEAD INFECTION, sendo que ao invez das famosa bateria do Cyjan, você vai ouvir a bateria eletrônica mais humana que eu já ouvi (já que eu detesto bandas com bateria eletrônica). A rifferama de Tocha permanece impiedosa assim como os vocais do louco Jaro. Uma boa pedida pra quem sente falta da fase mais grindcore do DEAD INFECTION.

DOWNLOAD




...estamos apresentando, MOMENTO "ONDE ANDARÁ?"


Essa daí , eu me lembro, é a arisca da Lady Lu... sim, ela mesmo... aquela que cantava "LINDO, TESÃO, BONITO E GOSTOSÃO" e que sempre pagava peitola na Banheira do Gugu. Esta égua deve ter se casado com algum milionário do ramo pecuarista ou algum craque dos gramados, como a maioria das loiras gostosas desse pais vagabundo fazem...

sexta-feira, 3 de outubro de 2008


Boca que beija não fala besteira!!!


quinta-feira, 2 de outubro de 2008

YELLOW MACHINEGUN - Father's golden fish


YELLOW MACHINEGUN
(HARDCORE - JAPÃO)


Não é de hoje que essa banda me chama atenção. Se tratando de simpatia e violencia nos sons, essas aparentemente frágeis japonesinhas quebram tudo. "Father's golden fish" é o debult full-length, lançado em 1996. Ele demonstra um hardcore bem metalizado mas não chegando a ser um crossover e eu acho que foi isso que me agradou nesse trampo das minas. É só conferir.

Beijosmiliga...

DOWNLOAD


quarta-feira, 1 de outubro de 2008

ARCHAGATHUS & UNHOLY GRAVE - Split Ep

ARCHAGATHUS
(MINCE CORE - CANADÁ)

UNHOLY GRAVE
(GRINDCORE - JAPÃO)

Estava esperando esse petardo chegar fazia um certo tempo, pois bem, ele chegou... De um lado o ARCHAGATHUS lança seu mincecore cheio de veneno em forma de 3 sons que nos fazem lembrar de como era feito o grindcore nos squats europeus nos anos 90, ô tempinho bom que não volta mais. Não é atoa que o ARCHAGATHUS é a minha atual banda de grindcore preferida. Do outro lado do biscoito vem o já conhecido UNHOLY GRAVE. Os samurais do grind liderados pelo louco Takaho aparecem com 5 katanadas. Por isso griders filhos da puta, baixem isso antes que o arroz seque ou então vão ouvir o "HARMONY CORRUPTION" e dier que aquilo sim é que é grindcore. Beijos e me liguem...

DOWNLOAD



terça-feira, 30 de setembro de 2008

SUBCUT - Contra fatos não há argumentos


...e finalmente recebi nessa terça-feira (30/09) o tão esperado debult CD do SUBCUT. Trata-se da mais brutal aula de grindcore da velha escolinha embasada nos panteões ROT, AGATHOCLES, UNHOLY GRAVE e afins. São nada mais que 20 rajadas que faram seus ouvidos criar pus. Sobre a produção, a parte gráfica ficou a cargo do James (FACADA) e a a parte da produção sonora não deixou bataro e fará o chão da sua casa tremer. Estou disponibilizando pra download, mas não deixem de adquirir o original, pois alem de tá baratão, você vai ta ajudando os selos, pois um dia sua banda vai querer lançar um material prensado e não vai poder... Falou!!!!!!!!!!

DOWNLOAD


quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Morrissey - Boy racer



O Garoto Piloto

Ele é só tão bem-nascido
E tem tanto dinheiro
E tem tantas namoradas
Eu sinto ciúmes, isso é tudo

Você o viu partir, de verdade?
Você o viu partir, de verdade?

Garoto piloto
Garoto piloto, oh
Nós vamos matar essa coisa linda
Garoto piloto
Garoto piloto, oh
Nós vamos matar essa coisa linda

Ele tem muitas namoradas
Ele acha que é o dono desta cidade
Ele excede a velocidade e nunca foi para o acostamento

Garoto piloto
Garoto piloto, oh
Nós vamos matar essa coisa linda
Garoto piloto
Garoto piloto, oh
Nós vamos matar essa coisa linda
Ele acha que tem o mundo todo nas mãos
De frente para o mictório
Ele acha que tem o mundo todo nas mãos
E eu vou matá-lo
Oh não! Oh não! Oh não!

Garoto piloto
Garoto piloto, oh
Nós vamos matar essa coisa linda
Garoto piloto
Garoto piloto, oh
Nós vamos matar essa coisa linda
Ele é só tão bonito
Ele é só tão bonito...

terça-feira, 23 de setembro de 2008

SPAZZ - Discografia

Bem energuminos, eu tava indo pro trabalho, naquele misto de sono e tristeza, ouvindo as bagaceiras que sempre rolam no meu mp4, quando que começou a rolar SPAZZ. O SPAZZ é uma banda que todo mundo tenta copiar mas ninguém faz igual e justamente por eles serem tão fodasticos resolvi por a discografia desses malandros pra vocês bizonhos baixarem e ainda falarem mal de mim. Taí, baixem, ouçam e depois enfiem o dedo no cu e depois cheirem.



SPAZZ
(EUA / POWER VIOLENCE)



La revancha

01-WWF Rematch at the cow power
02-4 times a day
03-Desperate Throat Lock
04-Bobby's Jackpot Jamboree
05-Dewey Deciamal Stitchcore
06-Swampfoot
07-C.L.A.
08-Camp Chestnut
09-No Shadow Kick
10-The one with the goat's got an orgyup the sleeve
11-Biter, 12-Let's kill fucking everybody, sweet home alabama
13-Raising hate fear and flower power-violence
14-Climate best
15-Urinal cake
16-Drunkard Genaii
17-Sesos
18-Daljeet's Detonation
19-Turnbuckle Treachery
20-Backpack bonfire,
21-Don't quit your day job,
22-Musica de la roca
23-Coil of the serpent unwinds
24-Golden Egg Stance
25-M.A.D. (CRYPTIC SLAUGHTER)

DOWNLOAD


Sweatin' to the oldies

01-Gary's free time - intro
02-Crocket
03-One ghetto to the next
04-Return to the wall of death
05-Who writes your rules ? *
06-Mighty morphin power violence
07-Thrice the heiney
08-Hot dog water popsicle in the hand of Eric Wood
09-Problems in the homeland
10-I hate the kids *
11-Spudboy
12-Smoking don's crackhole
13-Dirt the purity
14-Knuckle scraper
15-Box II (Yates goes to africa)
16-Spazz vs Mother nature
17-Nuge on a stick
18-Donger
19-Gnome servant
20-DJ tinkle Fingers diplomatic services
21-Hard boiled
22-4 Times a day, all urban outfield
23-Lethal
24-Hot dog water popsicle in the hand of Eric Wood
25-The box
26-Dropping many ravers
27-In the name of ...
28-Might for right
29-Loach, Mad at the world
30-Tripper
31-Uniform
32-Bore
33-Hard Boiled
34-All urban outfield
35-Weeddeater
36-Bled dry
37-Closet
38-No Room
39-Ghost dance
40-Hug yourself
41-You gotta mold it
42-Lethal
43-Anemonie
44-Gas pump
45-Enterslavement
46-Hard boiled (live)
47-Burning tongue (live)
48-Kiss of the sasquatsch (live)
49-Hot dog water popsicle in the hand of Eric Wood (live)
50-Danliftingbanner (live)
51-Gertie
52-Enterslavement
53-Uniform
54-No Thought
55-Pressure
56-Burnt
57-Our Scene *
58-Force fed
59-Biter
60-Precision fastening
61-Lost Cause *

* Who writes your rules ? is a coversong from Half Off
* I hate the kids is a coversong from S.O.A.
* Our scene is a coversong from Go !
* Lost cause is a coversong from Negative Approach

DOWNLOAD


Crush, kill, destroy

01-Zodiak
02-Snowcone ribplate
03-Cool guy
04-Dwarf goober militia
05-Let's fucking go!!!
06-Complete and utter eradication of all generic pop punk (extended version)
07-Sword of the lord
08-A legend in your own mind
09-Street jam to the second power
10-Hort
11-Black 'n decker crusty wrecker
12-Bobby Dee in the hour of chaos
13-Gary Manardo's record vault shirt
14-Not even phased
15-Campaign for emo destruction
16-Hardcore before Mark McCoy was emo semen
17-Sluta
18-shovetheinternetupyourgapinganalcavity@dork.com
19-Hoarder
20-Now 50% more pants shitting
21-Let the beatings commence
22-Chris pooped at the skatepark
23-Jeb for ruler of the (formerly) free World
24-Staayyyle
25-Crush kill destroy

DOWNLOAD


Sweatin' II: Deported live dwarf

01-Loach
02-2Droppin Many Ravers
03-Doo Doo Dah
04-Lethal
05-Sweatin To The Oldies
06-Violated
07-Hairfarmer
08-Force Fed
09-Slow Death
10-Egg On The Hirax Cover
11-Deviant
12-Indentured
13-Doormat
14-Burning Tongue
15-The Box
16-Hard Boiled
17-M.P.S
18-No Thought
19-Pressure
20-Sand In The Face
21-All Urban Outfield
22-Super Saucer Sacrifice
23-Might For Right
24-Running Man
25-Lil Dinkums
26-Intro
27-Epic
28-Shrimp On The Barbie
29-Torino
30-Katon W. Depena Without The W Is Like Grilled Cheese Without The Grill (Parts 1 And 2)
31-Spazzze
32-Judgement Of Ito
33-Sasquatch II - Leech's Himalayan Adventure
34-Total Meathead Fuck
35-Countless Thrash Songs Of Mayhem

DOWNLOAD

Sweatin' 3 - Skatin, Satan & Katon

01-Typical Hardcore Song #1
02-A.S.A.L.
03-Angel Crisp
04-Old Youth
06-Satan's Scrilla
07-Social Battle Royale
08-Gilman 90210
09-Short Songs (Dead Kennedys)
10-Doomriden'
11-Hey Bob, Whats Up (Pillsbury Hardcore)
12-Crop Circles
13-Gas X
15-War In The Head (7 Seconds)
16-Elder Mutant Stomp
17-Sanrio Soldier
18-Connie The Mack
20-Bastard Tomb Ride
21-Beatty and the Beat
22-Sir Wax A Lot
24-Skatin' and Satan go Hand in Foot
25-B-Street Butta
26-Town Center
27-Crazy Eddie
28-Bolleri Mosh
29-Ahm Solo
30-On Parade (Straight Ahead)
31-Stabbed In The Back (Youth Of Today)
32-Rat Pack (Sick of it All)
33-Union Made Mayhem
34-Mervyns
35-Finn's Mom Yodeling In The Bathtub
36-Dorsal Finn
37-Huckleberry Finn
38-Finn Pickens
39-Rin Tin Finn
40-And you Thought We Were Kidding
41-Where's Winky
42-Mega Armageddon Death Part 4 (Electro Hippies)
43-Lather Punx
44-Timojhen's Answering Machine
45-You Suffer (Napalm Death)
46-Pray to the Windgod
47-Billy Milano's Head (Sore Throat)
48-Camp Chestnut Part 2 - Project House
49-Untitled (Crab Society North)
50-No Neck Joe
51-Wooden Shoes
52-Your Very Own Comp Song
54-It's Up To You (Larm)
55-R.T.S.
56-Droppin' Many Ravers
57-Crocket
58-One Ghetto To The Next
59-Climate Best
60-Dan Lifting Banner
61-Redenbacher's Orgy of Pain, Fear and Pestilence
62-Gummo Love Theme
63-Dan Lifting Banner
64-Caught In The Net
65-7 Deadly Finns
66-White Glove Test
67-Animal Liberation Now!

DOWNLOAD


DIAGNOSE - Ao vivo 14/06/2004


Gravado da apresentação que a DIAGNOSE fez no dia em que o NEPHASTH tocou em solos alencarinos, agradeço a GALLERY PRODUCTIONS, por ter cedido o material.

01 - Cybervida , Na avenida
02 - Em nome de
03 - In extremis
04 - Morrer de tédio
05 - Já basta
06 - Vida
07 - Nada , A senha
08 - Neurose XXI
09 - Cumplicidade
10 - Alguém - Ninguém , Instituições
11 - Civil
12 - Midióta
13 - Guerra semiótica
14 - Trincheiras urbanas
15 - Time to act ! (NASUM)

Nota: Infelizmente (acho que por problemas técnicos) o começo de "CYBERVIDA" não foi captado nessa gravação, agradecemos a vossa compreensão.

DOWNLOAD

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

DAPUNKSPORTIF - Friends come and go



Taí mais uma banda lusitana que me agradou a valer

domingo, 21 de setembro de 2008


Hoje de manhã eu conheci uma "RIOT", tá brabo?