segunda-feira, 8 de setembro de 2008

...você só fala neles

THE SMITHS

I want the one I can't have




Eu quero quem eu não posso ter

No dia em que sua inteligência
Decidir tentar alcançar sua biologia
Caia em sí...
Eu quero quem não posso ter
E isso está me deixando louco
Está estampado na minha cara

No dia em que sua mentalidade
Se igualar à sua biologia
Eu quero quem não posso ter
E isso está me deixando louco
Está estampado na minha cara

Uma cama de casal
E um amante robusto, com certeza
Estas são as riquezas dos pobres
Uma cama de casal
E um amante robusto, com certeza
Estas são as riquezas dos pobres

Eu quero quem não posso ter
E isso está me deixando louco
Está estampado na minha cara

Um menino durão que às vezes engole unhas
Criado num reformatório
Ele matou um policial quando tinha treze anos
E de algum modo isso me impressionou
Está escrito na minha cara

Estas são as riquezas dos pobres
Estas são as riquezas dos pobres
Eu quero quem não posso ter
E isso me deixa louco
Está escrito na minha cara

No dia em que sua inteligência
Alcançar sua biologia
E se você alguma vez precisar de auto-afirmação
É só me encontrar no beco
Lá na estação de trem
Está estampado na minha cara...


Nenhum comentário: