sábado, 13 de junho de 2009


Essa semana eu rê vi o CLUBE DOS CINCO e fiquei refletindo sobre esse lance de turminhas, panelinhas e esteriotipos que agente assumi pra nos sentirmos bem perante a sociedade e ou os que a própria sociedade impõe na gente... também fiquei pensando o quão genial é o John Hughes pelos filmes que ele dirigiu/produziu/escreveu, agindo sempre como um Morrissey do cinema, expondo as vontades e aflições juvenis da forma que vocês vêem nos filmes!!!

"Querido Sr Vernon, nós aceitamos o fato de sacrificar nosso Sábado na detenção por seja lá o que tenhamos feito de errado. Mas nós achamos que você é louco por fazer a gente escrever uma redação dizendo quem nós achamos que somos. Com o que você se importa? Você nos vê como quer... do jeito mais simples e conveniente. Você nos vê como um cérebro, um atleta, um problema, uma princesa e um criminoso. Estou certo? Era como a gente também se via às sete horas desta manhã. Nós estávamos alienados".


...isso já fala pelo filme inteirinho...


...eu gostaria só de ressaltar (pra raiva da Bell) a beleza da maravilhosa Molly Ringwald, musa da adolescência oitentista e do próprio John Hughes...






Nenhum comentário: