quarta-feira, 5 de maio de 2010


NUNCA

Amanhã vai ser um novo dia!
Nunca amei ninguem, nem quando dizia que amava!
Num fim de semana com sol, me tranco no quarto e não saio.
Gosto de ficar deitado, nu em pelo a remoer sacanagem.
Vez por outra me levanto;
Olho pela janela coisa nenhuma e volto denovo para a cama.

Tenho a impressão que meu pau é grande,
mas nunca tive a curiosidade de medilo.
Corre o tempo em camera lenta.
Amanhã vai ser um novo dia...


Nenhum comentário: